Diário alimentar – Pense magro – 5o dia da semana

Os gatilhos alimentares, assunto da 5º postagem, e continuação da ansiedade. Trata-se dos motivos que te induzem a fazer a alimentação desnecessária (comer por satisfação não pra sobreviver). Comer por satisfação é se fazer feliz no ato da alimentação, (comer com os olhos) algo que está com "cara" de gostoso, essa Felicidade é falsa, só permanecerá feliz por alguns minutos enquanto o alimento estiver sendo ingerido depois fica a frustração e a tristeza por ter comido e o peso na consciência e no corpo. Identificar esses gatilhos é um pouco mais complexo mas com algumas técnicas conseguimos achá-los e responder a eles de forma efetiva, até eliminá-los. Os gatilhos mais comuns são comer pra não ficar com fome, comer um docinho pra adoçar o dia, comer porque eu mereço, porque estou de TPM posso comerciam caixa de bombons... e assim por diante! Os gatilhos são os motivos que nos levam a comer, junto com a ansiedade potencializam a necessidade alimentar nos deixando vulneráveis ao ganho de peso desnecessário... A dica de hoje é: Confronte estes gatilhos com respostas reais: não preciso comer uma caixa toda de bombons, não preciso comer doce... vou comer porque eu quero não porque preciso! Você pode comer tudo, mas não precisa!!! Antes de dormir pense que amanhã comerá menos, a hora que acordar pense que hoje comerei menos... até você conseguir chegar ao peso que deseja, dai saberá a quantidade de comida que precisa para manter o corpo que foi emagrecendo aos poucos... Isso é emagrecer de dentro pra fora!!!

Diário alimentar – Pense magro – 4o dia da semana

Já estamos no 4º post, passa muito rápido e ainda tem muitas coisas pra falar, hoje vou falar sobre uma ponta da ansiedade alimentar e amanhã darei continuidade à este assunto falando sobre os gatilhos alimentares... A ansiedade alimentar trata-se de um comportamento distorcido de adivinhação direcionado para o futuro, por ex: comi pouco, tenho que comer mais porque senão vou ficar com fome mais tarde/daqui a pouco... você nem esperou ficar com fome e já esta "adivinhando que ficará com fome", e come, para não sentir está tal fome que vai chegar daqui a pouco, e o resultado é que vamos comer desnecessariamente e daqui a pouco estaremos com fome... que tal se permitir sentir fome pra ter certeza que comerá por causa da necessidade/fome e não por uma hipótese de ficar com fome! Existem inúmeros exemplos de pensamentos distorcidos aliado a ansiedade que nos faz comer sem necessidade (comer sem necessidade é = acumular gordura lembra-se?) A dica hoje é formar esquemas mentais próprios para responder a pensamentos distorcidos de fome, se pensar que está com fome ou precisa comer, pergunte-se quando foi a última vez que comeu, se esta com fome ou sede, se precisa mesmo comer. Comer por ansiedade é se fazer feliz naquele momento, (comer é uma Felicidade) descartando a possibilidade que essa "Felicidade" irá se voltar contra você, quando se olhar no espelho ou colocar aquela calça preferida, o corpo só responde ao comportamento que mantemos. Esquematizar a resistência no comportamento alimentar para que torne a desistência algo obsoleto do arquivo de recursos: "vou comer só hoje porque amanhã... "